header_menu

28 de outubro de 2015

Trabalhos de Recuperação

Vereda do Lombinho


ATUALIZAÇÃO - REABILITAÇÃO DA VEREDA DO LOMBINHO Na sequência dos trabalhos de reabilitação das veredas da freguesia, a...
Posted by Freguesia De Santa Cruz on Quarta-feira, 28 de Outubro de 2015

22 de outubro de 2015

Apoio a Estudantes Universitários


JUNTA DE FREGUESIA DE SANTA CRUZ APOIA 18 ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS"Na passada semana a Junta de Freguesia de Santa...
Posted by Freguesia De Santa Cruz on Terça-feira, 20 de Outubro de 2015

29 de setembro de 2015

Condições Meteorológicas Adversas

A Proteção Civil informa que a partir do final dia 3 de outubro (sábado) e durante o dia 4 (domingo), o estado do tempo no Arquipélago da Madeira será influenciado pela aproximação de uma depressão frontal (centrada a oeste do Arquipélago dos Açores), à qual estarão associados períodos de chuva e aguaceiros em todo o Arquipélago e vento moderado a forte (35 a 45 km/h), em especial nas regiões montanhosas, onde poderão ser registadas rajadas da ordem dos 70 a 80 km/h.

De acordo com estas previsões, podem acorrer:
- Cheias rápidas, por acumulação de águas pluviais ou insuficiências dos sistemas de drenagem e inundações nas zonas mais vulneráveis;

- Aumento do número de acidentes de viação, devido à existência de piso escorregadio e eventual formação de lençóis face à precipitação que poderá surgir, ou ao arrastamento de materiais sólidos para a via;

-Dificuldades na circulação apeada em zonas mais expostas.
...

4 de setembro de 2015

Condições Metereológicas Adversas


No período de 4 a 8 de setembro, o estado do tempo no Arquipélago da Madeira será condicionado pela influência de núcleos depressionários, com aguaceiros condicionado por uma depressão frontal que dará origem a precipitação moderada a forte, em especial nas zonas montanhosas.

De acordo com as previsões disponibilizadas, podem acorrer:

- Cheias rápidas, por acumulação de águas pluviais ou insuficiências dos sistemas de drenagem e inundações nas zonas mais vulneráveis;

- Aumento do número de acidentes de viação, devido à existência de piso escorregadio e eventual formação de lençóis face à precipitação que poderá surgir, ou arrastamento de materiais sólidos para a via;

- Dificuldades na circulação apeada em zonas mais expostas.